sábado, 8 de junho de 2013

BARILOCHE OU "BRASILOCHE"? O QUE IMPORTA É CURTIR A NEVE...

BARILOCHE - A NEVE ESTÁ LOGO ALI

Nada como uma montanha com "fresh powder".....
Meus amigos, é claro que "San Carlos" de Bariloche (ninguém usa o San Carlos!!) não tem o "glamour" de Aspen, Chamonix ou Lake Tahoe, mas e daí? So what? Who cares?

Cerro Catedral e o "lençol de nuvens geladas" ao seu redor

Se o que vc quer é curtir uma boa neve, bem "branquinha" e "gelada" (pleonasmos necessários!! rsrs), e ainda se esbaldar no esqui/snowboard ou num divertido "esquibunda", Bariloche é uma excepcional pedida!

Esquiar é muito bom!!
O melhor de tudo?
Gasta-se bem menos que nos outros lugares famosos citados e o point de ski é "logo ali", quase no nosso quintal sulamericano.

Friiiiioooooo......vamos esquiar para aquecer??!!!
No período que vai do fim de junho a setembro, prepare-se para encontrar uma imensa quantidade de brazucas misturados aos hermanos. Daí, o carinhoso nome "Brasiloche". Neste meses, principalmente o de julho, a bela cidade fica "pequeña" para tantos turistas brasileiros. A consequência é que vc vai ter que se acostumar a lidar com uma certa "crowd" nos restaurantes, bares, hotéis e pistas de esqui... 

Circuito Chico - belas paisagens
Mas, fique tranquilo! Isso não representa nada que dê para tirá-lo do sério, afinal, nós, brazucas, sabemos como ninguém nos adaptar e nos divertir em qualquer situação. É ou não é??!! 

Para que gastar mais indo à Aspen?? rsrsr
Comparada com outras cidades "de neve" na América do Sul, tais como: Vale Nevado, Portillo, Las Leñas etc. eu diria que a principal vantagem de Bariloche é o fato de ser mais "família", ou seja, mesmo se no seu grupo não houver nenhum esquiador "wannabe",  há ótimos e divertidos programas em Bariloche que não lhe "prendem" num resort... Em resumo, TODOS se divertem!!

Cerro Catedral
Portanto, para os brasileiros, o custo-benefício de Bariloche é sensacional! Veja se vc concorda comigo!

PLANEJANDO A VIAGEM

Para vc tomar coragem....esquiar é para TODOS!!!
Se vc puder adiar suas férias ou das crianças de sua família (coisa mais difícil!!), deixe para viajar depois de julho. Isto porque, em junho, a probabilidade de ainda não estar nevando razoavelmente bem é grande. E vc quer ver neve, certo??
A cidade de San Carlos de Bariloche........ lá embaixo!!

Em julho, a cidade lota e os preços de tudo sobem com isso. De agosto em diante, os preços, por motivos óbvios, arrefecem vagarosa, mas proporcionalmente. Mas, muito cuidado nessa hora!! Se ficar "chorando miséria" e deixar para setembro, dependendo dos "el Niño" da vida, vc pode ficar a ver navios....sem sua temporada de neve. Em suma, faça sua aposta, considerando o que vc tem a ganhar.....mas, principalmente, a perder.

Venha preparado para o frio!!
Minha recomendação (para neve): agosto!!

E no verão? Nunca fui, mas dizem também que é bem legal. As atividades são diferentes, mais voltadas para rafting, hiking, passeios de barco, bike, cavalo e afins. Como temos belos locais aqui no Brasil para essas atividades mais "quentes", prefiro ser um pouco patriota...rsrs...e fazê-las em terras brasilis.

Vista Panorâmica do Lago - breathtaking!
Porém, devo dizer que tenho parentes e amigos que foram nesse período e também falaram maravilhas! Acredito! O local é belíssimo e o lago Nahuel Huapi, cercado por montanhas, dá todas as condições para muitas atividades turísticas e esportivas, com visual belíssimo no verão e primavera.

Se vc gosta de esquiar, por que está perdendo tempo?? rsr

Em termos de vôos, se vc for só para esquiar na alta temporada (julho-agosto), certamente existirão, nesta época, vôos fretados das principais cia aéreas nacionais (TAM e Gol) e talvez das Aerolineas Argentinas. Confesso que não me arrisco a citar vôos, a partir do RJ, porque eles mudam a todo momento.

Relax no topo da montanha
Uma boa pedida que lhe garante também boas tarifas aéreas é combinar a ida a Bariloche com uma parada estratégica em Buenos Aires. Não vou me alongar em detalhes sobre a capital portenha, pois ela será motivo de um post isolado. Mas, pense bem a respeito. Depois (ou antes) do friozinho nevado de Bariloche, nada mais justo que curtir um bom vinho, uma boa carne, uma boa casa de tango, um passeio na Recoleta, uma feira de antiguidades em San Telmo ou até um jogo do Boca... na capital Argentina.

ONDE FICAR

Como toda cidade turística as opções são variadas. Desde o camping/hostel para turistas mochileiros até hotéis de luxo como o famoso Llao Llao. 

Vista do nosso hotel a partir do Lago
Na alta temporada, as agência de viagem costumam fazer uma "mafiazinha"e bloquear vários hotéis.
Portanto, a primeira dica é, como sempre: se possível, planeje-se com antecedência!! Largue na frente das agências e compre direto pela Internet com o hotel. A economia não será pouca!

piscina aquecida no hotel - boa forma de relaxar após um dia de Ski.

A segunda dica é: decida-se onde deseja ficar. Opções: na cidade (centro) ou na estrada periférica (av.Bustillo).
Vantagens de ficar no centro são os restaurantes e lojas à sua porta. Desvantagem: os hotéis do Centro costumam receber adolescentes loucos por baladas de formatura (tá virando moda!!) o que pode tornar o seu sono bem sofrido!!! Nada contra a garotada...muito pelo contrário, mas daí a ter que aturar é outro papo. Além disso, os hotéis do Centro não são tão aconchegantes como os da estrada e nem têm o mesmo café "colonial".....huuummmm!!

Varanda do nosso quarto
Já percebeu para onde eu fui, né?? Para um hotel de estrada. No meu caso, fiquei neste aqui: La Cascada (http://www.lacascada.com/). Muito bom!! Ficava na Av. Bustillo km 6 , isto é,  a 6 km do Centro. Confortável, aconchegante, piscina interna aquecida (depois de um dia de ski faz milagres para o corpo!!) e oferecia um café com um maravilhoso "dulce de leche" que me lembro até hoje....!!

La Cascada ao fundo
Em compensação, vale lembrar que se vc ficar num hotel da estrada vai depender de transporte (carro, táxi ou bus) para ir ao Centro.  No big deal....

COMO SE DESLOCAR

Over the top
Se vc for junto com um "gado" (sorry!!), ou seja, de excursão, é provável que no seu pacote já estejam incluídos (e regiamente pagos) os seus transfers de/para o aeroporto e para os principais passeios mais clichês.

A inigualável sensação de ter os esquis nos pés numa cadeirinha gelada de teleférico rumo ao topo da montanha
Se vc quiser total liberdade, vale o de sempre: alugue um carro, lembrando da faina das correntes para dirigir na neve...isto não é raro... pode acontecer. Em Bariloche, desta vez, não preferi essa opção.

Animado fim de tarde no centro da cidade
Como estávamos com outro casal (nossos compadres!!) e os táxis não eram caros, preferimos abusar desse tipo de transporte e de um tal de "remis"que nada mais é que um táxi com preço pré-combinado. 

aclimatando
Claro, depois que percebemos o valor cobrado pelos táxis comuns ficou bem mais fácil negociar e aceitar as ofertas dos "remis", invariavelmente mais baratos. Para dar uma ideia: uma corrida do km 6 (nosso hotel) até o Centro saía aproximadamente U$10 de táxi normal e U$7,50 num remis.

Viajar com seus melhores amigos é sempre bom!!!

Confesso que fiquei muito tentado a alugar um carro. Só não o fiz por conta do problema da direção na neve em estradas (diferentemente das americanas) pouco preparadas para isso....simplesmente, não quis arriscar!

Amizades são para sempre!!
Para ir aos passeios mais distantes, ao invés de taxis ou remis, vc poderia negociar engajar nas vans e transfers oferecidos pelo próprio hotel ou na cidade. 

Mi Argentina querida....
Adicionalmente, vc tem a opção de um bom busum. Custa menos de U$1 por viagem, mas, infelizmente não são frequentes e ainda tem a faina associada de comprar um cartão, carregá-lo com créditos etc. Achei muita faina para pouco retorno!!

Curtindo a neve, a montanha e o sol!!
Em suma, as opções de transporte podem parecer complicadas, mas lhe garanto que não são! A cidade é pequena. Vc, em pouco tempo, estará safo para os deslocamentos na forma que preferir.

O QUE FAZER

Aqui que vem a melhor parte.
Partindo do pressuposto que vc fará a viagem no inverno (vide comentário acima), eis as atrações que recomendo:
São Bernardo - marca registrada da cidade!!

- Fazer o Circuito-Chico - é o primeiro passeio que vc deve fazer em Bariloche. Must see!! Uma espécie de city-tours oferecido pelas diversas agências da cidade que lhe permite saborear lindas paisagens ao redor da margem sul do famoso Lago Nahuel Huapi. Não me arrisco a fornecer preços, pois eles mudam toda hora. Estime U$30-35/pessoa que vc vai estar errando por pouco. É um passeio de 3 a 4 horas que pode ser feito de manhã (melhor) ou a tarde e, geralmente, inclui também a visita ao Cerro Campanário. Lojinhas, capelas, cachorros São Bernardo (espécie de símbolo onipresente da cidade!!), o visual do hotel Llao Llao e outras tantas belíssimas paisagens fazem parte deste roteiro que vai cansar o seu dedo de tantas fotos!!!
Circuito Chico - Llao Llao ao fundo

- Visita ao Cerro Catedral com direito a ski/snowboard (http://www.catedralaltapatagonia.com/) - entre no site e verifique as principais atrações desse belíssimo Cerro. Catedral não chega a ser um Heavenly (Lake Tahoe), mas também é muito bem organizado, com uma ótima infra na base da montanha, contando com bares, restaurantes, shoppings etc. Detalhe: mesmo que vc não esquie, a subida ao topo do morro de teleférico é imperdível!! Passe um dia inteiro na região. Não caia no papo das agências de fazer um passeio mais barato de meio-dia, pois não é suficiente, mesmo se vc não for esquiar, pois há filas!!

Esquiar é muito bom....tá longe, mas sou eu de capuz lá embaixo!! rsrsr
Quem sabe vc não toma coragem e engaja numa aulinha, hein?? :-)
Te garanto que, se seus joelhos permitirem, vc vai adorar!!! E se aprender uma vez é como bicicleta...garanto: não esquece jamais!!

Cerro Otto - faz frio, lá em cima!!
- Visita ao Cerro Otto, com direito a esquibunda em Piedras Blancas - esse é um dos passeios mais cômicos de minha vida. Vc sobe pelo teleférico no Cerro Otto. Depois, chegando lá em cima, por um valor adicional, tem  4 a 5 pistas cobertas de neve para descer....só que de bunda!!!

Tempo nebuloso...próximo às pistas de descida de esquibunda
É muito engraçado descer as pistas de neve numa espécie de pranchinha que mal cabe sua traseira. Aliás, atenção!! Descobri, sem saber justificar fisicamente, que as mulheres (geralmente mais leves e com a dita cuja mais avantajada) ganham muito mais velocidades que nosotros (hombres!). Mas, como elas, invariavelmente, se assustam com a velocidade e freiam, é comum os diversos choques durantes as corridas!! Sim, porque, se rolou uma competição, mesmo que brincando, vc vai querer ganhar, né não???!!! rsrsrs... Brincadeira, é claro!! Também é muito legal descer de trenzinho, agrupando os pequenos trenós. As capotagens são inevitáveis e hilárias! Pena que desta vez não trouxemos a baixinha!

Piedras Blancas - diversão garantida
Conheça um pouco mais aqui (http://piedrasblancasbariloche.com/).

Dicas: use uma boa roupa de neve ou então vc vai acabar a aventura encharcado. Um ticket dá direito a cerca de 6 descidas, mas vc pode pagar mais descidas, se quiser. Existe transporte gratuito entre o centro da cidade e este Cerro.

A simpatia das vilas e cerros de Bariloche

- Visita ao Cerro Campanário - o cerro Campanário é local para contemplação, ou seja, para subir o morro e agradecer a natureza por proporcionar um visual tão lindo da combinação montanha, lago, neve e vc, fazendo parte daquela paisagem, nem que por um breve e inesquecível momento (http://www.cerrocampanario.com.ar/)


Subida ao Cerro Campanário
- Curtir um bom jantar nos melhores restaurantes do Centro (ou da estrada) com direito a shows de tango - existem restaurantes para todos os gostos e bolsos! Desde os fast-foods básicos até os mais caros e românticos. No quesito comida/tango, das dicas que recebi, lembro-me muito bem do "El Patacon" e do "Família Weiss", com vários tipos de carnes, no melhor estilo patagônico e fondues e queijos para esquentar os corações (e estômagos!!) mais exigentes.

jantar ....dançante!!

- Outras opções interessantes para fondues e afins são as chocolaterias.  Elas estão espalhadas pela Rua San Carlos. Além dos calóricos e deliciosos chocolates e alfajors, vc vai poder experimentar sorvetes deliciosos! A Fenoglio é parada obrigatória. Os doces e tortas à base de Dulce de Leche então....putz!! Que delícia!! Relaxe....esqueça um pouco as calorias....vc está de férias!!!

Sorvete e Fenoglio - combinação perfeita!

- Passeio de barco no Lago Nahuel Huapi até a Ilha Vitória - Não fiz esse passeio (não deu tempo...é bom que fica para próxima!), mas falam que é muito legal. O passeio sai de um porto perto do hotel Llao Llao. Percorre o lago, passando pelo bosque Arrayanes e pela Ilha Vitória. Belas paisagens.
http://www.islavictoriayarrayanes.com/

Lago Nahuel Huapi

- Fazer umas comprinhas básicas de chocolates, souvenirs (aqueles brindes para trazer para os amigos do trabalho e da família) e afins pelas ruas do centro da cidade (Calle Mittre). Roupa de inverno é meio caro...mas se vc não tiver, vai precisar. Tem gente que aluga essa roupas....não faz muito minha cabeça não. Prefiro comprar nos States (mais barato!), mas....

Venha preparado para o frio!!
- Passeio pela cidade de Bariloche - a dica é a de sempre. Escolha um dia para "bater perna" e fuçar a cidade. A região ao redor da prefeitura, em especial, é bem agradável. Apesar da turistada (vc inclusive!) é um local aconchegante que vale a pena ser visitado.

Praça e prédio da Prefeitura

- Passeio Noche Nordica - uma passeio noturno, de quadriciclo ou snowmobile em trilhas de neve. O passeio é bem clichê...assim, termina numa cabana no meio da neve e da montanha, onde existe um pequeno restaurante bem refugiado que vai lhe permitir degustar fondues, queijos, vinhos etc. Tudo isso tem um preço...que obviamente não é barato: cerca de U$200-250/cabeça. Avalie se vale a pena!!
Villa La Angostura - charmosa e bem mais tranquila (menos "crowd") boa opção alternativa de hospedagem
Aproveitando o friiiiioooo....


Pausa para o descanso - com direito a churros e chocolate!!
Time for prayers!
Deque do nosso hotel La Cascada
- Passeio até Cerro Bayo e Villa La Angostura - não fiz esse passeio porque estava esquiando. Mas, minha mulher e nossos compadres fizeram. Gostaram bastante! É como visitar uma pequena e charmosas vila bem menos tumultuada que Bariloche. O Cerro Bayo também oferece pistas de esqui e snowboard. Fica bem menos cheio, mas as pistas são menos numerosas e variadas do que em Cerro Catedral.
Getting ready!!

Cerro Bayo
Villa La Angostura



Imagino como deve ser o mergulho no friiiooo....definitivamente esse BUCEO fica para o verão!!







É isso aí pessoal!
Até o próximo post!!!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!