sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Grécia - parte 1: Atenas

ATENAS - BERÇO DA CIVILIZAÇÃO


Acrópole

A Grécia é o tipo de país que não costuma estar no "top" da prioridade dos turistas brasileiros. Pena!!  Na minha modesta opinião deveria estar entre as top-5, no mínimo.
Por que? Simples. Viajar para lá não é tão caro (se vc planejar legal, é claro!!) e consegue-se conciliar, numa única viagem, locais históricos incríveis com ilhas paradisíacas...coisa de cinema.

Afinal, quem nunca sonhou com aquelas casinhas azuis e brancas, com aquelas praias desertas de águas límpidas, com baladas "loucas" que varam a madrugada? 
Santorini

Agora, misture isto tudo com preços razoáveis para o padrão europeu e com uma cidade (Atenas) que representa um dos berços de nossa civilização moderna, cheia de museus e obras arquitetônicas que nos remetem a aulas de História difíceis de esquecer (e olha que eu era péssimo aluno de História...rsrsrs). 

Tipica salada grega - queijo Feta + cerveja local!
E se isso não bastasse, adicione um motivo especial. Pode ser uma lua de mel, uma "escapada" com a namorada ou a renovação preciosa dos votos de casamento (meu caso!!!). Pronto!! Isso tudo, e mais o que vou mostrar nesses posts da Grécia, representa um "caminhão" de motivos para vc se lançar a essa aventura sensacional de viagem. 

Portanto, esqueça a crise que o país enfrenta (tirando uma eventual greve, ela afetará pouco vc como turista!!) e comece a planejar sua viagem.

Espero que o post desse blog inspire vc!!

PLANEJANDO A VIAGEM
Para sair barato, a dica é a de sempre: compre as passagens com antecedência (4 a 5 meses).
No meu caso, viajamos de Iberia, ou seja, fizemos Rio-Atenas, com conexão rápida em Madrid. Ficamos 3 noites em Atenas num hotel bem legal (Athens Gate), com excelente pontuação no "www.booking.com" e cuja recomendação veio do site http://www.viajenaviagem.com (site, aliás, que é a "bíblia" para viajantes, como eu, que só gostam de fazer viagens por conta própria). 
Vista da varanda do hotel - café com os Deuses do Olimpo!
Lembre-se: "cacifei" um hotel melhorzinho, não tão barato...ocasião especial...rsrsr...mas a dica é ficar perto de "Plaka", o bairro descolado, perto de tudo, com excelentes opções gastronômicas, diurnas e noturnas. Portanto, "cacife" o seu hotel de acordo com seu budget e com sua motivação. Opções não faltam!

Templo de Zeus e Arco de Adriano
Depois, fomos de avião low cost (Aegean airlines) para Santorini, onde ficamos mais 3 noites. A passagem foi ridiculamente barata (coisa de 50 euros), a cia aérea bem decente para o padrão low cost e a viagem era bem mais rápida do que de aerobarco ou outros meios.  Mais sobre Santorini no post parte 2...Santorini

Aqui cabe outro detalhe importante. Por conta do legado das Olimpíadas de 2004 (espero que ocorra o mesmo com o nosso Rio!!), Atenas conta com um sistema de transporte excelente. Portanto, metrô ou ônibus (alto padrão) de/para aeroporto é "piece of cake", tem a toda hora (até de madrugada!) e é bem barato!!

Pórtico das Cariátides
Depois de Santorini, fomos para Mykonos para mais 3 noites. Desta vez, de aerobarco, porque era bem perto e queríamos curtir tb esse meio de transporte. Mais sobre Mykonos no post parte 3...Mykonos

Finalmente, voltamos de avião (cheap Aegean again) para Atenas, onde pernoitamos mais uma noite, compramos os últimos "goods"/mimos de viagem e alguns comestíveis gregos típicos e deliciosos antes de voltar para o Rio.

ATENAS

Como qualquer capital, uma cidade cosmopolita. Qual a diferença? A cidade cresceu (e muito!!) e hoje praticamente cerca os monumentos históricos que marcam a geografia da cidade.
Sofrendo como filho "bastardo" do bloco do Euro, a crise econômica é evidente, com muitos pedintes na rua, cartazes de grevistas espalhados pela cidade, alguns grupos revoltosos aqui e ali, polícia armada circulando para conter/coibir "rebeliões", mas nada que um bom brasileiro e "carioca" não consiga fazer "vista grossa" e tomar as precauções adequadas.
Azeitonas...de todos os tipos! Muitas e deliciosas!

O deslocamento pela cidade por ônibus e metrô é bem tranquilo. Aliás, o metrô é um capítulo a parte e uma atração turística, pois diversas estações, ao serem construídas, tiveram que preservar alguns "achados" históricos importantes que permanecem em exposição nas estações, dando um toque de museu em cada uma delas. Muito legal!

Alguns locais imperdíveis, tipo "must see", estão mostrados nas fotos abaixo. 

Teatro de Herodes (built in 161 DC) - rola concertos ao ar livre
Vale a pena chegar à Acrópole, andando pela "promenade". Vc vai sentindo o clima e vai passando por visuais incríveis, tentando imaginar como era aquilo a "trocentos" anos atrás. 
Subida para o Partenon
Não dá para não lembrar do filme "Hércules", da Disney, ou Fúria de Titãs do famoso "mighty Zeus" quando vai se chegando à Acrópole.
O Partenon, o templo de Atena Nike, o pórtico da Cariátides, o teatro de Dionísio etc. são algumas das atrações arquitetônicas do grande complexo da Acrópole.
Templo de Dionísio
Com um  bom guia em mãos (recomendo o da Folha de São Paulo ou Lonely Planet), vc tem uma ótima aula de História, em tempo real, sem aqueles professores chatos que nos faziam dormir.... 
Tá bom, tá bom. Acho que fui um pouco cruel com os meus antigos mestres. 
Tenho que reconhecer que certamente não tinha maturidade na minha época de ginásio para dar valor a marcos históricas deste tipo....e, convenhamos, com um visual desses, tudo fica bem mais fácil!!





Templo de Zeus - vista do hotel



Dá uma sacada no tamanho das colunas!!! Eram 104 colunas originalmente. Hoje, só 15 sobrevivem, contando as que estão tombadas no chão.

Ágora Antiga


Ágora Antiga - atualmente um museu "free". No passado, um local (mercado) onde uns "caras" pouco famosos se reuniam para trocar ideias, "bater um papo cabeça" e filosofar. Refiro-me à Sócrates, Aristóteles e outros.... Mal sabiam eles que aquelas ideias iriam marcar o pensamento racional por milênios....e criar o pensamento filosófico.

Atena Nike

No verão, faz muito calor em Atenas. Nada que assuste um "carioca", mas, de qq forma, venha preparado para isso e, sempre que possível, curta uma brisa entre as visitas aos sites.

Museu Arqueológico Nacional
Recomendo também uma escapada ao museu Arqueológico Nacional. Antiguidades gregas que não se vê nem mesmo no Louvre. Vá de ônibus ao museu, pois fica um pouco afastado. Mas não deixe de ir!!
Museu Arqueológico Nacional
As comidas típicas são outro capítulo a parte. Come-se muito bem em Atenas e nas ilhas também.  Escolha uma taberna típica (existem diversas espalhadas pela cidade!), esqueça do seu regime (vc está de férias, pô!!) e aproveite!

Restaurante tradicional - típico de Plaka

restaurante em Plaka


Salada Grega, moussakas (lasanha de carne, berinjela e muito tomate), baklava (doces folheados cheios de mel, pistache e nozes), souvlaki (carne grelhada no espeto), gyros (não o da Central do Brasil!!), tadsiki (molho de iogurte com pepino), yaourti (verdadeiro iogurte grego - denso, saboroso e cheio de calorias ;-(( ) e, finalmente, as azeitonas....pequenas, grandes, gordas e extremamente saborosas!!






"Plaka" é o bairro e local ideal para vc fazer suas andanças, seja para comer, para comprar lembrancinhas (há centenas de estatuetas gregas, camisas do filme "300" etc.). De preferência, ande se lambuzando com um bom sorvete (lembra do filme "Falando Grego? pois é...aquilo mesmo!)

souvlaki

Plaka - rua dos restaurantes e lojinhas



A praça Syntagma é o centro de Atenas e é onde fica o Parlamento. Local portanto onde ocorrem as principais manifestações políticas, piquetes de greve, quebra-quebra etc. Em momentos de paz é um bonito local para se visitar e fazer o famoso "people watch". 
Praça Syntagma - guardas (Evzone) a caráter. Troca de guardas  é um evento turístico, as always.

Placa indicando o Museu Acrópole
Por incrível que pareça, aprender grego não deve ser tão difícil, principalmente para um engenheiro (rsrsrs) que durante a árdua vida acadêmica conviveu (sofreu??!!)  com as letras gregas nas diversas fórmulas e teorias matemáticas. Visto isso, um simples "mapeamento" indicou a seguinte equivalência: alfa=a, beta=b, delta=d, sigma=s, lambda=l, epslon=e, rô=r, pi=p e por aí vai....Legal, né??
Desculpem-me a recaída. Sangue engenheiro trabalha mesmo em modo "standby" durante as férias...rsrsrs

Museu Acrópole - moderníssimo e com ótimas exposições, incluindo uma que detalha  historicamente  e com vídeos todas as obras que compõem a Acrópole e como era o Partenon originalmente. Muito legal!!  
Estádio Panatinaico - usado nos primeiros Jogos Olímpicos em 1896 e em 2004 (chegada da maratona).
Vista de Atenas do topo - monte Likavittos com subida de bondinho
Em resumo, Atenas é uma excelente porta de entrada na Grécia. Estive na cidade em 1989 (viagem de ouro pela Marinha) e agora em 2010. Confesso que o amadurecimento permitiu curtir muito mais a cidade e usufruir de alguns detalhes históricos que passaram despercebidos na primeira visita.

A cidade serve de um ótimo (literalmente) aperitivo para a cereja do bolo que é a visita às Ilhas.
Portanto, use Atenas como um ponto central de referência, escolha as suas ilhas e monte seu roteiro.

Na primeira viagem, em 1989, cujo foco maior era a diversão com os amigos, já conhecia as ilhas "argo saxônicas": Hidra e Póros. Desta vez, com o foco mais romântico, escolhi as mais famosas, nas "Cíclades": SANTORINI & MYKONOS. Até porque, no fundo, desde 89, queria um motivo para voltar e conhecer outras....não é que deu certo? Voltei em 2010 e não vejo a hora de voltar de novo!



Um comentário:

Obrigado pelo seu comentário!